[Memory Khard] Expectativas para Final Fantasy XV.

É bem nítido que os fãs do universo de Final Fantasy, estão um pouco decepcionados com os últimos lançamentos. Final Fantasy XIII foi um jogo que me divertiu, mas não me fez prender na televisão e passar horas e horas para zerar. Chegamos a Final Fantasy XIII-2 que foi uma continuação de seu antecessor e ai que para mim é o principal ponto fraco da Square Enix: o de não fazer jogos fechados. A minha conclusão sobre Final Fantasy XIII é tentar desenvolver uma personagem nova que é a Lightining que é até uma personagem com características fortes, mas não tem aquilo que os outros heróis da franquia têm que é o protagonismo de ser o herói. Essa Memory Khard vai tentar explicar um pouco sobre o que está em volta nesses novos jogos e minhas expectativas sobre Final Fantasy XV.

Final-Fantasy-XIII-Wallpaper-HD-1920x1080

Bem, primeiro irei explicar o que começou essa leva toda de jogos que a Square Enix intitulou de Fabula Nova Crystallis. É uma serie de jogos eletrônicos dentro da franquia Final Fantasy desenvolvida e publicada pela Square Enix. Apesar de possuir vários mundos e personagens diferentes, cada jogo da Fabula Nova Crystallis é baseado e desenvolvido a partir de uma mitologia em comum que se foca em importantes cristais ligados a divindades, com o título da série se traduzindo do latim como “O Novo Conto do Cristal”. Traduzindo de uma forma cinematográfica é o que a Marvel vem fazendo com o seus filmes, criando o MCU (Marvel Cinematic Universe). Que são todos os filmes interligados para que juntos cheguem a um objetivo. A série foi originalmente anunciada em 2006 como Fabula Nova Crystallis Final Fantasy XIII, atualmente consistindo em sete jogos em diversas plataformas. Final Fantasy XIII, pensado para ser o carro-chefe da série, foi lançado em 2009. Atualmente, cinco jogos já foram lançados para a Fabula Nova Crystallis, com outros dois (Final Fantasy XV e Final Fantasy Type-0 Online) estando em produção. Individualmente os títulos receberam críticas geralmente positivas, porém as opiniões foram mais mistas em relação a diversos aspectos de XIII e suas duas continuações: Final Fantasy XIII-2 e Lightning Returns: Final Fantasy XIII. A recepção da mitologia utilizada também foi mista: enquanto alguns críticos a acharam muito confusa ou similar ao folclore da série principal, outros ficaram impressionados por sua escala e uso. Eu me incluo no grupo dos críticos porque existem muitos pontos sem explicação e ficou muito confusa a maneira de se expressar, por ter gráficos excelentes, mas pecando no principal elemento que tem em TODOS os jogos já lançados na franquia: a história.

Tendo isso em mente que as duras criticam não deixaram os fãs satisfeitos. Eles decidiram criar outro jogo que seria uma sequencia que se chamaria Final Fantasy XIII Versus só que em 2013, decidiram mudar o titulo do jogo se chamando agora de Final Fantasy XV.

final-fantasy-XV

 

Final Fantasy XV se passa em um mundo similar à Terra moderna. A terra conhecida é dividida em várias nações, incluindo Lucis, Tenebrae, Niflheim, Solheim e Accordo. Cada uma, com exceção de Niflheim, já possuiu em algum momento de sua história um cristal que lhes dava um poder político substancial, porém as guerras travadas entre eles fizeram com que todos os cristais fossem perdidos, com a exceção do de Lucis. Esse reino conseguiu se desenvolver em uma sociedade moderna e baseada ao redor da magia sob proteção de seu cristal, enquanto todas as outras nações se tornaram sociedades tecnologicamente avançadas por se focarem no desenvolvimento de armas e máquinas. O Império de Niflheim acabou se tornando o maior inimigo do Reino de Lucis no começo da história do jogo todo o mundo menos Lucis foi conquistado por Niflheim. No mundo de Final Fantasy XV, pessoas que passam por uma exeperiência de quase-morte recebem poderes mágicos do Reino Invisível, o reino dos mortos dominado pela deusa Etro. Esses poderes incluem a habilidade de prever a morte de outras pessoas e se comunicar com os deuses, tendo efeitos tanto positivos quanto negativos em qualquer um que os possua. Conhecidos como Oráculos, essas pessoas são as únicas capazes de combater a “Praga das Estrelas”: um fenômeno sobrenatural que ameaça jogar o mundo conhecido na escuridão eterna.

O jogo foi cancelado algumas vezes e por razão para que fosse criado um universo completo diferente do que foi apresentado nos jogos anteriores. E dessa vez eles estão acertando a mão em vários quesitos. Está criando um universo para o próprio jogo, fazendo com que o Final Fantasy XV seja o ápice final para deleite de nós fãs. Criaram uma demo que apresenta através do sonho de Noctis o que iremos esperar do jogo, um filme que ira contar o passado do pai de Noctis e um anime que está disponível para contar como Noctis reúne os seus amigos para embarcar para a aventura mais importante de sua vida.

Fazia tempo que não estava empolgado e ansioso para jogar um jogo de Final Fantasy. Espero que ele corresponda a expectativas e traga de volta a magia de volta para o fãs.

Os Kharas

About Os Kharas

Viva a aventura!

  • Jefferson dias

    Essa ideia dos cristais já esta sendo reciclado de um outro jogo final fantasys, mas OK……..
    Eu não embarque nesse trem, estou de boa na lagoa.
    Meu problema é o trem que vai vir em seguida a esse, ai sim que já disconfio que vou me decepcionar

  • David Ferreira

    Jefferson, você se refere a Final Fantasy VII?

    Foi bom a Square criar uma nova mitologia para esse Final Fantasy deixando a Fabula dos Cristais de lado. Isso me fez gostar e me interessar pelo jogo.