[Memory Khard] – Desenhos animados

Antes de começar essa resenha irei compartilhar um momento de minha infância, que muitos de vocês ao ler, vão se identificar. Sempre estudei de manhã até ingressar para o segundo grau. Desde criança ao acordar de manhã cedo para ir ao colégio, assistia a vários desenhos antigos como: Jambo e Ruivão, Bilbo Pai e Boby Filho, Tartaruga Tuchê, Bacamarti e Chumbinho, Mosqueto, Mosquito e Moscado e por ai vai… Alguns deles passavam bem cedo, por volta de 7 horas da manhã, outros a tarde e a noite também. Bem, acho que já dei a dica para a resenha dessa semana, claro que não podemos falar de desenho sem falar de Disney e Warner, mas elas por si só merecem uma resenha a parte por ter muita coisa a mostrar que não só os desenhos animados, mas vou citar alguns deles. Então, é a hora dos desenhos!

imagens-gato-felix

As animações tiveram sua origem na França e o primeiro desenho animado foi feito por Émile Reynaud, que criou um sistema de animação de 12 imagens, e filmes de aproximadamente 500 a 600 imagens, sistema próximo do moderno projetor de filme. O primeiro desenho transmitido para a televisão foi Gato Felix Lançado pelo americano Otto Messmer e pelo australiano Pat Sullivan, o risonho gato preto apareceu pela primeira vez em 1919. Félix foi o maior astro da era dos desenhos mudos, mas não conseguiu sobreviver ao cinema sonoro. Apesar do fracasso na TV, a animação teve o privilégio de ser a primeira a ser transmitida pela televisão, em 1930.

Hanna-Barbera

A grande febre dos desenhos para mim foi com os estúdios Hanna Barbera. Independente de sua longevidade como uma equipe, Hanna Barbera conquistou seu status com uma história de sucesso, numa época em que a animação para televisão era considerada nada realista e contraproducente. Desenvolveram e aperfeiçoaram suas técnicas. Tornaram possível produzir um grande número de desenhos animados todas as semanas. Várias gerações de jovens dos anos 60 desenvolveram uma crescente parcela de afeição e entusiasmo por um destemido urso chamado Zé Colmeia, ou se divertiram com os corredores mais birutas do mundo em mais uma Corrida Maluca, uma reflexão e critica a nossa sociedade se passando na idade da pedra em Os Flinstones e altas aventuras e mistérios com Scooby Doo ou com Johny Quest. Não é exagero declarar que Bill Hanna e Joe Barbera mudaram para sempre a face da nossa TV e sim Hanna Barbera são pessoas diferentes um se chama Bill Hanna e outro Joe Barbera, passei a vida toda pensando que era uma pessoa só, mas não são. A televisão (principalmente a aberta), hoje em dia não tem grandes opções de se assistir algo bom. E as reprises de coisas que na nossa infância acompanhamos, são às vezes muito melhores do que uma novela ou o jogo de futebol.

pica-pau1-g-20091215

Um dos bastiões dos desenhos animados para mim é Pica Pau. Criado em 1940 pelo desenhista Walter Lantz. Em seus primeiros desenhos animados, o Pica-Pau aparece como um pássaro louco, com uma aparência considerada grotesca. Porém, ao longo dos anos, o Pica-Pau sofreu diversas mudanças no seu visual, ganhando traços mais simpáticos, uma aparência mais refinada e um temperamento mais tranquilo. O que conta por aí é que Walter Lantz teve a ideia de criar o Pica Pau durante um incidente ocorrido na noite de núpcias do desenhista com Grace Stafford no Lago Sherwood, quando um pica-pau irritante passou a noite inteira bicando o telhado do chalé que haviam alugado, não deixando que o casal dormisse. Quando o pássaro foi embora, eles descobriram que o pica-pau havia feito um monte de buracos no telhado, por onde a chuva começou a entrar, arruinando de uma vez à noite. O Pica-Pau foi o primeiro desenho animado a ser exibido na TV brasileira, na extinta TV Tupi, um dia após a sua inauguração, em 19 de setembro de 1950. Nessa época, os desenhos eram exibido com a dublagem original e legendado, pois a dublagem em português só surgiria em 1957. Ele já andou por varias televisões, mas é no SBT que ele tem o seu nome marcado assim como os outros desenhos. Existem discussões qual Pica Pau é o melhor se é o maluco ou das novas versões? Eu prefiro o Maluco, pois ele mesmo se intitulava o “Diabo Necessário”.

tom-e-jerry-todos-os-episodios-assistir-online

Criada também por Hanna Barbera, Tom e Jerry é uma das tramas mais legais de todas. Se todo mundo curte uma rivalidade de Batman vs Superman ou Goku contra Vegeta, esses dois já faziam o caos a muito tempo. A trama do desenho era simples Tom que era o gato tinha caçar o rato que era Jerry, e para isso eles destruíam tudo que tinha a sua volta.  As perseguições eram eletrizantes e sempre vinham acompanhados por boa trilha sonora. Também eram utilizadas diversas armadilhas e truques que no final não davam resultado satisfatório como bombas e ratoeiras, coisas que eram fundamentais na rivalidade entre o gato e o rato.

Assim como Pica Pau e Tom e Jerry, outros desenhos da época passaram por uma renovação. E ela não foi muito boa, pois as versões antigas são muito melhores. A tentativa de colocar o politicamente correto de hoje em dia nesses desenhos não da certo porque eles já veem de uma época que tudo era mais aceitável e era mais legal de se assistir. Assim como Chaves esses desenhos foram parte da formação de vida de todos nós, que hoje em dia sempre lembra com carinho alguma cena ou até assiste de novo para dar boas risadas.

Os Kharas

About Os Kharas

Viva a aventura!