[Memory Khard] – Pokemon

Pokemon

Na minha época de colégio eu era do grupo que sempre sentava no fundo de sala. Quando eu me transferi de um colégio para outro, nesse novo colégio fiz amizade com um pessoal que sempre levava game boy para jogar um joguinho bem bacana que até hoje ainda jogo às vezes no emulador. Vamos falar hoje de Pokémon?

satoshi tajiri  brasil criador de pokemon

Satoshi Taijiri era uma criança que queria ter animais em casa. Só que a sua mãe não lhe deixava ter animais de estimação, por isso ele andava em florestas e vales à procura de insetos, para colecionar e para trocá-los. A sua loucura não parou por aí e quando morou em um prédio, costumava entreter os seus amigos, capturando os insetos e os fazendo lutar um contra o outro. Sua paixão com esse tipo de lazer o fez aumentar sua coleção de insetos na sua adolescência, ele adorava coletar informações de vários heróis e suas características mais a sua paixão de colecionar insetos, juntou essas ideias e criou no vídeo game algo que resultaria na grande satisfação do imenso público infantil que são os Pokémons. Pokémon que é uma abreviação de Pocket Monsters (monstros de bolso em português). Tajiri teve a ideia de Pokémon por volta de 1989 ou 1990, quando o Game Boy foi lançado. O conceito do universo Pokémon nos jogos é que você era um jovem que tinha completado uma idade e que iria se tornar um treinador e dois dos principais objetivos (na maioria dos jogos Pokémon) para os Treinadores são: completar a Pokédex, capturando todas as espécies Pokémon disponíveis; e treinar seu time de Pokémon para competir contra o time de outros Treinadores e, eventualmente, se tornar o mais forte Treinador: um Mestre Pokémon. O conceito de capturar, treinar e batalhar está presentes em quase todas as versões da franquia. Na maioria dos jogos de Pokémon, um treinador que encontra um Pokémon selvagem é capaz de capturá-lo através de um objeto chamado Pokébola. Se o Pokémon não escapar da Pokébola, ele é considerado oficialmente do Treinador. Em seguida, o Pokémon irá obedecer todos os comandos do seu treinador, a menos que o próprio não tenha muita experiência, a ponto dele preferir agir por conta própria. Se um Pokémon derrota o adversário durante uma batalha, então o oponente é nocauteado (ou seja, “desmaia”). O Pokémon vencedor ganha pontos de experiência e, às vezes, pode subir de nível. Quando um Pokémon sobe de nível, as suas estatísticas de batalha são aumentadas, além também podem aprender novos ataques, que são técnicas usadas nas batalhas e muitas espécies de Pokémon possuem a capacidade de evoluir e se transformar em uma espécie mais forte. Para se curar o Pokémon que está desmaiado é só levar ele ao Centro Pokémon. La, a enfermeira Joy ira pegar todas as pokébolas e curar todos eles. A dinâmica do jogo é semelhante ao J’RPG que se consiste em: subir de nível, derrotar chefes de fase e buscar uma recompensa no final de toda luta.

imagem 4

No começo eram 150 Pokémons possíveis de se capturar e as primeiras versões que saíram para o game boy color eram: Blue, Red e Green. Mais pra frente, mais pokémons foram inventados e saíram novas versões que existem até hoje e nem sei mais quantos Pokémons são de tanta coisa criada até hoje. A minha versão favorita era a primeira com os 150 e no começo você podia escolher entre três Pokémons que possuíam poderes elementais. Squirtle que tinha o elemento da agua, Bulbasaur que era o elemento Planta e Charmander que era o elemento Fogo. Quem quisesse ter uma aventura fácil sem dificuldades escolhia o Squirtle, agora quem quisesse ter mais emoção escolhia o Bulbasaur. Eu na minha primeira vez fui de Squirtle, mas aprendi que o Charmander era o melhor de todos e que sua evolução final ia ser um dragão. E sejam sinceros vocês fãs de RPG. Preferem ter em sua party um dragão, uma planta ou uma tartaruga? Sou mais o Dragão!

ash_and_his_pokemon__by_winxflorabloomroxy-d71kp9e

Para que o jogo fosse vendido para uma nova geração que surgiria. Taijiri decidiu criar novos produtos com a marca Pokémon. Assim foi com jogo de cartas e principalmente com o animê. O animê de Pokémon foi uma estratégia de marketing tão bem feita que chamou a atenção de varias crianças que além de ver o animê que era passado na época na Tv Record, ficava curioso para conhecer o jogo. A historia do animê é a mesma que a do jogo. Ash Ketchum, morador da cidade de Palet vai ao laboratório escolher dentre os três Pokémons elementais na qual eu citei, mas como ele chega tarde só sobre o ratinho elétrico Pikachu que é o ícone de toda serie animada até hoje. No decorrer do animê, Ash pega diversos Pokémons inclusive os elementais Squirtle, Bulbasaur e Charmander, mas o que me deixava com ódio e eu acho que com todos que assistiam. É que Ash sempre abandonava os Pokémons que ele capturava. O que me deu mais raiva até hoje foi ele ter abandonado o Pidgeot que era um pássaro gigante que na qual podia ir para todo lugar. Assim como no jogo que não para de sair varias versões. O animê também não fica atrás e minha historia com o animê foi um pouco mais longa. Fui até chegar aos trezentos Pokémons, depois dali eu desisti.

Meu Pokémon favorito é o Pidgeot e como citado no paragrafo acima, foi o episodio do animê que me deu mais raiva porque o Ash o abandonava para que ele tomasse conta de uma floresta que estava ameaçada. Ah, mas na boa que se dane a floresta eu queria era ficar com o Pidgeot para voar para qualquer lugar. Imagine um desses hoje em dia. Iria cair com uma luva porque não iriamos pagar tanto com passagens de avião.

Bem, essa foi à resenha de Pokémon e deixo duas perguntas a todos. Primeira: Qual era o seu Pokémon favorito e a segunda pergunta é: Qual dos três Elementais você escolhia no começo de jornada? Squirtle, Bulbasaur ou Charmander?

Os Kharas

About Os Kharas

Viva a aventura!

  • Herbert Parasio

    Favorito: Scyther
    Inicial: Bulbasaur

  • David Ferreira

    Inicial é o Charmander e o favorito é o Pidgeot.